O que levar e o que não de 2014 para 2015

Em primeiro lugar, um excelente ano novo para você.

Tenho a certeza de que você tem planos e objetivos para atingir neste novo ano. Eu também contudo creio que avaliar 2014 é um excelente começo para 2015, pois assim saberá o que deixar para trás e o que levar para 2015.

Queria deixar um pouco da minha historia com você.

No dia 15 de Dezembro de 2013, descobrimos que minha esposa estava grávida, ficamos muito felizes, e então colocamos como uma das prioridades para 2014 a preparação para a chegada de nossa terceira criança.

Em Março tivemos uma consulta médica no hospital, onde eles nos disseram que o bebê tinha uma probabilidade muito alta de ter síndrome de down.

Eles nos aconselharam a fazer o examine depois pensar se teríamos o bebê ou não.

A nossa decisão foi não fazer os exames e esperar o nascimento.
O sistema inglês de saúde preocupado como bebê e a mãe adotaram um caminho no qual tivemos que ir tomar procedimentos médicos e hospitalares 3 vezes maiores do que quando se tem um bebê normal.
Desta forma, foi para nós um ano difícil emocionalmente por causa da ansiedade, adminsitrativo em termos de tempo por causa de tanto procedimentos, espiritualmente de confiar em Deus crendo que ele estava cuidando de nós.

Também foi um tempo de aprendizado, apredizado emocional para lidar com situações que fogem nosso controle, também lidar com a administração do tempo em relação a casa e ao trabalho, e aprender a confiar em Deus em situações que precisávamos execitar a fé.

Passando por esta situação nossos olhos se abriram para pessoas ao nosso lado, como acontece como você compra um carro novo e passa a perceber que outras pessoas possuem o mesmo carro. Desta forma começamos a acompanhar mais de perto amigos com filhos com necessidades especiais, e também passamos a notar mais na rua pessoas que tinham a síndrome de Down, e ver alguns filmes com atores com esta síndrome.

Hoje, ao planejar 2015, levo dois versiculos comigo.
Filipenses 3:13: “esquecendo-me das coisas que ficaram para trás” , portanto deixo para trás toda a ansiosidade, o medo, o desconforto, a preocupação que passamos nesta situação pois isto eu não quero e não posso levar para 2015.

Lamentações 3:21 “quero trazer a memória aquilo que me esperança”, mas quero sim trazer comigo a fé que aprendi a ter em situações que estão fora do meu controle, bem como o amor que aprendi a ter pelas crianças com algum tipo de necessidade especial e acima de tudo a confiar em um Deus amoroso.

Reveja seu 2014, deixe tudo para trás do que não for bom, e leve consigo mesmo tudo o que for excelente e todas as lições aprendidas e faça de 2015 o SEU MELHOR ANO.

Please note: I reserve the right to delete comments that are offensive or off-topic.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *